sexta-feira, 23 de maio de 2008

Herdade dos Grous '2006

Vinho Regional Alentejano, de Albernôa, produzido por estes senhores. 14% Vol. alcoólico.

Apresenta-se quase opaco, com uma bela cor rubi. Ao primeiro ataque, cheira a um sortido de frutos muito maduros — uvas, cerejas, um toque de tangerina. Deixando-o respirar, os frutos vermelhos impõem-se. Deliciosos aromas secundários: morangos e leitinho, como um batido. Belo corpo, cheio e bastante fresco, de taninos redondos, bem presentes, que dão profundidade à boca deste vinho. No fundo, amargo bom, que ora se diria madeira, ora evoca azeitona verde. Uma delícia.

Mas —

Como não há bela sem senão:

Nota-se uma certa ligeira presença alcoólica, que não ofende mas também não ajuda. O final, saboroso, é de persistência apenas mediana.

Ainda assim, o mais difícil é, sem dúvida, não beber a garrafa toda de uma só vez.

A pouco menos de 10€ numa garrafeira aqui da terra, vale todos os tostões que custa — e mais.

16,5