sábado, 17 de maio de 2008

Quinta de Pancas (Tinto) '2005

Vinho Regional da Estremadura, produzido pela Companhia das Quintas.

Muito fechado, pouco expressivo. Mas agressivo. Alguma, ténue, fruta vermelha. Alguma matéria vegetal... Pimento verde e aromas fumados. Cacau em bruto. Estrebaria... ou curral. E bafio. Cheirando directamente a garrafa pelo gargalo, nota-se ligeiro lácteo. Na boca, estrutura redonda. Não é por aí que agride. Sabor plano, sem complexidade, consistente com os aromas: mais cacau, mais fumado. Grande presença alcoólica para um vinho com apenas 13,5% vol. O arejamento de nada lhe serviu. Um pouco menos mau se for ligeiramente refrescado: servido a 18ºC, como recomendado na própria garrafa, achei-o quase imbebível. Aliás, não consegui bebê-lo todo: deixei mais de metade para o dia seguinte, quando acabei por deitá-lo fora.

Achei este vinho muito fraco. Mesmo muito inferior ao de 2004. É possível que a garrafa que abri não estivesse nas melhores condições. Possível, mas improvável. Fiquei sem vontade de comprar vinhos desta casa nos próximos tempos.

11