terça-feira, 15 de julho de 2008

Altano '2005

Tinto do Douro (D.O.C.) feito pela Symington Family Estates a partir de uvas da casta Aragonês (70%) e Touriga Franca (30%), tendo 80% do lote sido envelhecido em cascos usados de carvalho americano e francês.

Esta marca possui página web. Informativa e bem desenhada.

Foi lá que descobri, entre outras coisas, o quão bem este vinho tem sido recebido pela crítica. Fica o enlace.

Cheira a frutos negros e floritas rasteiras do campo, mato seco, baunilha fugidia, óleos aromáticos, laivos de mentol.

Na boca é fresco e equilibrado, está entre o delgado e o encorpado, os taninos são macios e os sabores seguem o nariz, mas mais austeros. Peculiar o travo ferroso no final, a lembrar sangue diluído — a sério! Verifiquei e confirmei — adivinhem lá como...

Gostei muito. Para cúmulo, custa 2,70€ — um achado. Nunca pensei encontrar um vinho tão bom a tão baixo preço. Este vai estar mais vezes à minha mesa, disso não tenho dúvidas.

16

Post-Scriptum: Não consegui evitar uma voltita pela web a ver que pensavam dele os outros. Muitos o beberam, portugueses e estrangeiros. Uns gostaram muito, outros nem por isso. Mas constatei uma coisa, engraçada por sinal: quem mais por ele pagou, mais dele gostou. Somos previsivelmente irracionais, não é? :)