domingo, 20 de julho de 2008

Bolo de Manga

Outro bolo. Este pode ter dado algum trabalho, mas ficou soberbo. Todos gostaram, até mesmo...




Primeiro prepara-se a massa, o bolo propriamente dito.

Ingredientes:

2 iogurtes (2 x 125g) de limão;

Verte-se o iogurte para dentro de uma tigela e guarda-se um dos copos: vai servir de medida para outros ingredientes...

O volume de ½ copo do iogurte utilizado de óleo;
4 copos (do iogurte) de farinha;
1 copo e ½ (desses) de açúcar;
½ copo (esse mesmo) de leite;
2 mangas grandes e maduras, as melhores que encontrar;
4 ovos;
1 colher de sopa de fermento.

Batendo sempre com a batedeira eléctrica, misturam-se os ovos e o açúcar. Depois os iogurtes, o óleo e a farinha, peneirada, já com o fermento misturado. Junta-se o leite e bate-se ainda mais um pouco.

Vai ao forno a 180ºC durante 50 ou 55 minutos.

Entretanto podem ir-se fazendo os cremes. Por uma questão de simplicidade — este bolo pode não ser difícil de fazer, mas é uma porra de explicar — chamarei aos cremes nº1 e nº2.

O creme nº1 prepara-se pondo de molho 2 folhas e ½ de gelatina até ficarem moles. Então escorre-se a água, fervem-se 4 colheres de sopa de leite e dissolve-se a gelatina no leite a ferver. Por fim, mistura-se meia lata (das de 400 e tal g) de polpa de manga.

Para fazer o creme nº2, batem-se 200ml de nata até que fique bem firme. Põem-se de molho 2 folhas e ½ de gelatina que, mais uma vez, se dissolvem, uma vez moles e após escorrida a água, em 4 colheres de sopa de leite muito quente. Junta-se o resto da polpa de manga enlatada às natas e, finalmente, mistura-se a gelatina.

Reservam-se os cremes.

Uma vez cozido, deixa-se arrefecer o bolo e corta-se ao meio no sentido do comprimento. Depois corta-se uma das metades, a da base, igualmente ao meio, também no sentido do comprimento. Nesta fase, o bolo estará dividido em 3 partes: uma, a do topo, cuja espessura será mais ou menos igual à soma das espessuras das outras duas juntas, a base, e uma camada intermédia. Reservam-se o topo e a base, cada uma em seu prato para simplificar as coisas, e retira-se com uma faca parte do recheio da camada intermédia. Ou seja, transforma-se um cilindro numa espécie de «donut». Deverão ter o bolo, então, como aparece na figura (click para ampliar).



Depois recheia-se e monta-se assim:

Barra-se o topo da camada que vai ser a base do bolo com o creme nº1 e coloca-se por cima dela a camada intermédia de bolo — a do buraco. Preenche-se o buraco com fatias finas de manga. Barra-se o topo da camada intermédia, excepto por cima da manga que agora ocupa o buraco, com o creme nº1. Depois cobre-se tudo — tanto o buraco como a «coroa» já barrada com creme nº1 — com metade do creme nº2. Coloca-se por cima deste uma fina camada de fatias de manga.
Cobrem-se estas fatias com o resto do creme nº2. Num prato à parte, onde está a camada mais grossa — o topo do bolo — com a «côdea» virada para baixo, barra-se a parte de cima (a que foi cortada) com o creme nº1. Vira-se e coloca-se por cima da camada precedente de creme nº2. No final, o bolo deve estar montado como indica a imagem (click... ampliar):




Cobre-se com chantili de lata e vai ao frigorífico durante 6 a 8 horas para que os cremes tenham tempo de espessar.




Mi am.