quarta-feira, 2 de julho de 2008

Cortes de Cima Syrah '2004

Monocasta Syrah (Shiraz) da Casa Agrícola Cortes de Cima.


Bebi ontem uma garrafa a acompanhar deliciosa galinha assada.


Ora bem:

O nariz surge quente, cheio de fruta muito madura: ameixa preta, figo, uva em passa e um toque de laranja doce, tudo bem casado com especiarias várias e algum chocolate.

A boca é cheia, carnuda, bem estruturada e persistente. Possui boa acidez e taninos amanteigados (mas firmes). Não se revela tão doce quanto prometido pelo nariz — e isso é bom.

Resumindo, gostei. Tem aquele perfil à novo mundo — guloso, quente, cheio e frutado — que se tornou ex-libris de Cortes de Cima e aparenta ser moda em franca expansão...

E, enfim, se esta é boa ou má, só o tempo o poderá dizer.

Porém, embora pessoalmente nunca me tenha considerado um bairrista ferrenho, sempre achei certas descaracterizações perigosas. O ser humano raramente sabe quando realmente deve parar...

17