sexta-feira, 15 de agosto de 2008

EA — Colheita Seleccionada '2007

Da Adega Cartuxa, vertente comercial da Fundação Eugénio de Almeida, vem este Vinho Regional Alentejano, vinificado a partir de Aragonez, Trincadeira, Alicante Bouschet e Alfrocheiro, sendo que parte do lote estagia depois em carvalho francês.

Aroma muito intenso a frutos vermelhos, sobretudo morangos, dotado de certa profundidade. Presentes estão também notas de baunilha e ligeira vinosidade, sinal claro de juventude. Na boca é saboroso, com a fruta a mostrar-se viva, quente, carnuda, com toque de chocolate e a prolongar-se por um agradável final.

Simples e intenso, bem estruturado e sem defeitos, de carácter quente e guloso e ainda assim sem cair em disparates alcoólicos, pareceu-me um daqueles vinhos de estilo modernaço, diria até sudaca (mas sem malícia), que caracterizam o «novo Alentejo», seja lá o que isso for.

Está bem feito e feito para se beber já. Dentro do estilo, gostei. Para o que é, talvez 9€ sejam um preço um bocadito puxado — mas os vinhos da Fundação nunca foram propriamente baratos...

15,5