quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Meandro do Vale Meão '2006

É a mais recente colheita do segundo vinho da Quinta do Vale Meão.

Do Douro Superior, consiste numa mistura de Tinta Roriz (40%), Touriga Nacional (25%), Touriga Franca (25%), Tinta Barroca (5%) e Tinta Amarela (5%).

Cor rubi, escura, de grande saturação. Nariz muito expressivo, cheio de bagas maduras e mato fresco, como num dia de chuva depois do Verão. A emoldurar o quadro, a acidez deixa adivinhar suaves vestígios de tropicalidade e azeitona verde. Na boca, intenso e bem definido maracujá — que rapidamente se matiza em frutos silvestres cheios de frescura. No fundo, boas notas de barrica tostada, tão discretas quanto os finos taninos, tão vitais como a mineralidade nervosa, quase crocante, a transmitirem grande harmonia ao conjunto. Álcool muito bem integrado. Final decente.

Mais disponível, de estrutura menos grandiosa que o da colheita anterior, poderá ter mudado de estilo, mas não perdeu beleza.

Para rematar, direi que casou muito bem com um prato de lombo de porco recheado, assado no forno e acompanhado de batatinhas assadas com casca, afogadas em azeite.

Custou 11€.

17