domingo, 12 de outubro de 2008

Terras do Pó — Reserva '2005

Depois deste e deste, mais um Castelão da Casa Ermelinda Freitas.

Citando o rótulo:

A Casa de Ermelinda Freitas decidiu criar este vinho Reserva, para dar oportunidade aos admiradores desta marca de poderem apreciar um Castelão mais evoluído, das vinhas de Fernando Pó, que estagiou 8 meses em meias-pipas de carvalho francês e 12 meses em garrafa. Ideal para acompanhar queijos e carnes vermelhas, à temperatura 18ºC.

Problemas de ego é que as senhoras não têm!

Mas o vinho que fazem é bom, e assim... Adiante.

Cor rubi de intensidade mediana. Aroma muito expressivo, com frutos vermelhos — morangos — maduros mas frescos, muito caramelo e nuances maltadas, sugestões ácidas — queijo da serra ainda mal curado e azeitona verde — e apenas uma nesga de tosta de barrica. Corpo fluido, mas com densidade. Boa persistência. É um vinho relativamente simples, mas dócil, fácil de beber e muito saboroso. Extremamente apelativo!

Custou 6,50€.

As garrafinhas de tinto recomendam sempre casamentos com carnes vermelhas e queijos. Mais raramente, a caça vem á baila. Pois este acompanhou na perfeição umas costeletas de porco grelhadas, brócolos cozidos em vapor e batatinhas afogadas em azeite. Aliás, tivera eu de recomendar algo com que o harmonizar, seria precisamente o que acabei de referir.

16