sábado, 22 de novembro de 2008

Mais Xadrez

Para além de triste, muito janado, a meio de uma daquelas minhas famosas fases de vários dias a ganza e Serenal, não andava a gostar mesmo nada do ambiente da SXAAC e responsabilizava o nosso vice-presidente por boa parte daquilo de que não andava a gostar.

A minha disposição emocional no momento sempre influenciou, e muito, os meus resultados neste adorado jogo. Ora, se, infelizmente para estas coisas, nunca fui um brigão, neste dia estava todo fodido e, talvez também por isso, sentei o rabinho à frente do tabuleiro e lá fiquei todo o jogo, a pensar e a tentar manter-me acordado, em vez de andar a passear por mil sítios, a fumar cigarros e ouvir música, a pensar em tudo menos no que se estava a jogar, como era usual acontecer.

Só mais tarde me apercebi que devo ter sido um adversário de presença desagradável, muitas vezes. E tenho pena, mas agora, relativamente ao passado, já não há nada a fazer.