domingo, 4 de janeiro de 2009

Quinta dos Quatro Ventos '2005

Vem da quinta que lhe dá o nome, situada no Douro Superior, perto de Vila Nova de Foz Côa.

Foi vinificado a partir das castas Aragonês, Touriga Nacional e Touriga Franca; passou um ano em barricas de carvalho francês (60%) e russo.

Cor muito escura, rubi.

Ataque mineral. As notas da madeira onde o vinho estagiou como que formam um véu fresco de seivas e resinas que, sem esconder, compõe as muitas e doces bagas e cerejas que constituem o cerne do nariz. Tosta de barrica e fumo transmitem-lhe uma ponta de austeridade. De seriedade. Um ligeiro toque de farmácia confere-lhe certo exotismo. Resumindo: aroma firme e sedutor.

Na boca, corpo elegante, cheiinho e aveludado, e um conjunto de sabores muito, muito, muito agradáveis, a fazerem lembrar cerejas muito maduras e caramelo de leite, dotados de boa amplitude e persistência.

Mais um belo vinho das Caves Aliança, e de novo a um preço muito razoável — cerca de 10€.

17