quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Adega Cooperativa de Borba — Reserva '2005

É a última edição do vinho mais emblemático da Adega Coop. de Borba, já considerado por muitos uma espécie de clássico. Cor granada. Aroma tipicamente alentejano (no que toca a vinhos), amálgama de impressões frutadas «maduronas» com ligeiro vegetal à mistura, de onde só a ameixa negra se distingue com nitidez. Ainda caramelo, um toque de especiaria e alguma folha de tabaco. Boca correcta, e com isto quero dizer que sem falhas nem excessos, onde a fruta se encontra bem presente, acompanhada de ervas secas, casca de árvore e folha de tabaco, passas, café e cacau, num conjunto que se mostra menos doce do que aquilo que o nariz faria esperar. Final de persistência mediana, a deixar ligeira sensação de adstringência. Rugosidades tânicas... Não é nenhum alarde de complexidade, mas nota-se sólido, consistente. Não está mal.

8,50€.

15,5