sexta-feira, 15 de maio de 2009

Calheiros Cruz '2005

Douro DOC. Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Touriga Franca. Quanto ao estágio a que o submeteram, se o contra-rótulo diz madeira nova de carvalho francês, a ficha técnica fala em cuba de inox. Pessoalmente, apostaria na primeira — os indícios estão lá. O produtor tem página web. Assim que aberto, predominância de notas frutadas — ameixa, amora e cereja — entremeadas com salpicos de mato e sangue. Fundo (bastante) puxado às madeiras, queira isto dizer resina ou tosta/torra/fumo. Tendendo para a magreza, mostrou-se contudo firme, com boa densidade gustativa. Alguma calidez alcoólica. Olhando-o de longe, um tanto unidimensional; curto também.

6€.

14