sexta-feira, 24 de julho de 2009

Adega de Pegões — Colheita Seleccionada '2005

Nariz de complexidade razoável, embora relativamente indefinido, com dulçor característico. Nele predominam cheiros que evocam frutos negros bem maduros, à mistura com múltiplas matizes florais e de especiarias, café, chocolate, caramelo e tosta.

O corpo é macio, fresco e bem proporcionado. Mediano em comprimento, estrutura e profundidade. O sabor, que apesar de bem frutado surge agradavelmente contido no que toca à doçura, traz ainda algumas sugestões de tosta e especiarias.

Nota-se um vinho bastante polido. Embora não atinja a excelência em nada, o facto é que também não consegui encontrar-lhe pontos fracos. Encontra-se mais ou menos ao nível do da colheita anterior e está pronto a ser bebido, mas não vejo porque não há-de durar mais 4 a 6 anos. Custou pouco menos de 6€. 16