sábado, 4 de julho de 2009

Tapada do Chaves '2007

Mais um vinhito (para matar a sede).

.
.
.

Este branco sem barrica produzido pela Tapada do Chaves consiste num lote de uvas das castas Arinto, Alva (ou Síria, ou Roupeiro), Fernão Pires e Tamarez.

Logo que aberto, mostrou certo cheiro lêvedo pouco promissor, que rapidamente se desvaneceu para revelar notas de pêssego e alperce, erva e frutos tropicais (mas não banana). Corpo denso, untuoso, de sabor essencialmente cítrico com nuances meladas, dotado de boa acidez e um final bastante longo, levemente amargo.

Acompanhou um rico prato de robalo assado, ao fim da noite.

7€.

16