sábado, 19 de setembro de 2009

Paço dos Cunhas de Santar — Vinha do Contador (Branco) '2006

Depois deste, outro branco da Casa de Santar.

Cor profunda, com reflexos dourados.

Muita madurez e tropicalidade... ananás e banana seca, citrinos cristalizados, pêssego velho, baunilha e palha molhada sobre fundo melado.

Corpo amplo, macio, persistente e razoavelmente complexo... vai-se indo a acidez, chega a doçura.

Em três palavras: adulto, redondo e preciso. Nota-se que ainda vai viver — evoluir — dentro da garrafa. É um bom vinho, embora não faça o meu género.

Custou 13€.

17

Prometo não falar de vinho no próximo post.