domingo, 27 de setembro de 2009

Vinusoalleirus — Allo (Dócil) '2008

Resultado de uma parceria entre Dirk Niepoort e João António Cerdeira (da Quinta de Soalheiro), este é uma combinação de Loureiro (85%) e Alvarinho, bebida de corpo ligeiro mas redondito, com boa acidez e uma presença alcoólica que quase não se sente (só tem 10,5% de volume). Razoavelmente complexo, tem as características aromáticas e gustativas habituais dos brancos leves da região: o citrino suave, o tropical acidulado, o floral discreto, o fundinho melado... Mas aquilo que mais deixa na memória acaba por ser aquela docilidade de que fala o rótulo. Dócil, do latim docilis, obediente, submisso. Como um junco ao vento. Ora, sem dúvida que a ideia que levou a este vinho tem o seu quê de inovador, que o produto final foi bem executado, que resultou num vinho correcto, sem defeitos evidentes. Mas não mais que isso.

7€.

14,5