quarta-feira, 21 de outubro de 2009

CARM (Branco) '2006

"When I find someone I respect writing about an edgy, nervous wine that dithered in the glass, I cringe. When I hear someone I don't respect talking about an austere, unforgiving wine, I turn a bit austere and unforgiving myself. When I come across stuff like that and remember about the figs and bananas, I want to snigger uneasily. You can call a wine red, and dry, and strong, and pleasant. After that, watch out."

Kingsley Amis — Everyday Drinking: The Distilled Kingsley Amis

.
.
.

Da CARM (Douro Superior), foi elaborado a partir de uma mescla de castas tradicionais da região, provenientes de vinhas velhas, plantadas em altitude. Sem madeira.

Cor palha. Fresco o suficiente para a fase em que se encontra, com travo mineral. Também macio, com muitas sugestões amanteigadas e de frutos secos a envolverem as notas cítricas que antes predominavam. E que agora parecem estar, cada vez mais, a dar lugar a nuances de maçã e pêra, ameixa branca e marmelo. Nada mau.

7€.

15