domingo, 6 de dezembro de 2009

Passagem '2005

Mais um:

Douro Superior da Quinta das Bandeiras, essencialmente composto por Tinta Roriz de vinhas com cerca de 25 anos e Tourigas Nacional e Franca de vinhas novas. Estagiou apenas em inox.

Revela uma panóplia de sugestões frutadas, ainda sólidas, que no todo formam um conjunto razoavelmente profundo e muito bonito.

Na boca apresenta-se fresco e macio, com notas de boa Touriga Franca a marcarem o sabor, num registo contido e equilibrado, livre de arestas — para mim, o grande trunfo deste vinho. Que peca, contudo, por certa falta de comprimento e força.

15€.

16