terça-feira, 13 de julho de 2010

Adega de Pegões '2009 (Branco)

Ora aí está um branco francamente popular. Hoje em dia, mesmo os vinhos simplórios & baratinhos conseguem ser, na vasta maioria dos casos, se não interessantes, pelo menos correctos. E não poucas vezes, inequivocamente capazes de dar prazer.

.
.

Parece-me ser o que se passa com esta solução de entrada de gama da Coop. Agrícola de Sto. Isidro de Pegões. Resultado da fermentação em inox de uvas Fernão Pires, Moscatel e Arinto colhidas em fins de Agosto, traz consigo um ramalhete de flores do campo, amarelas, talvez também brancas, tutti-frutti genérico, como o das pastilhas, e Eno de laranja. Levezinho, curto, de fundo adocicado, parco de acidez, a deixar uma vaga ideia de coisa chocha, algo desengonçada, acaba por ser menos interessante na boca, embora saiba ao que cheira.

.
.

Não está nada mal para os menos de 2€ que costuma custar, embora o "colheita seleccionada" da casa seja bastante melhor.

14