terça-feira, 6 de julho de 2010

Guadalupe '2009 (Branco)

Das novidades da Quinta do Quetzal, depois do Guadalupe tinto mais recente, trago-vos agora o branco de entrada da gama em questão, lote sem madeira de Roupeiro e Antão Vaz.

.
.
.

De cor citrina, apresenta aroma jovem, simples e directo, essencialmente frutado, rico em sugestões de pêssego e respectivo caroço, complementado por ligeiras notas de alperce, toranja e (pareceu-me) palha. Mais fresco e muito menos doce que o habitual nos vinhos desta latitude, possui algum volume e estrutura, com os 13% de álcool a surgirem bem integrados. O final é curto.

Achei-o muito fácil de beber, mesmo sem comida.

O preço deverá rondar os 4€.

15