quinta-feira, 8 de julho de 2010

Paço do Bispo '2008

Castelão com bastante cor, quase completamente primário, terroso, um pouco vinoso. Doce para a fraca evolução que apresenta.

Boca de entrada agressiva que, no entanto, rapidamente se esmaece num monólito de fruto negro adocicado, curto, com alguma frescura e taninos verticais. Ainda assim, mais convincente que o nariz.

Sintetizando, poderia afirmar tratar-se de um carrascão provido de identidade regional, verdugo que frequentou a Academia...

.
.
.

Foi engarrafado pela Soc. Vinícola de Palmela.

2€.

13,5