segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Matua Valley — Pinot Noir '2007

Neozelandês de Marlborough, produzido pela Matua Valley Wines. Fermentou em cuba aberta e barricas de carvalho francês, onde posteriormente estagiou durante 5 meses.

À vista, apresenta o rosado esmaecido típico da casta. No nariz, bouquet fino, frutos vermelhos, flores e sugestões herbáceas, talvez também ligeiramente terrosas. Contido na fruta, na madurez, com vagos apontamentos de carne. Na boca é razoavelmente preciso e bem proporcionado, nada doce, cremoso, com algum corpo e excelente acidez. Não tem a elegância dos mais etéreos borgonheses, mas cumpre bem.

É um vinho do Novo Mundo, Pinot barato que vem vedado com tampa de rosca. Predicados suficientes para fazer alguns mijar vinagre, só de olharem para a garrafa. A esses, conselho amigo: deixem de ser parvos.

Fez boa companhia ao tagine de frango que a Mi preparou com estes maravilhosos limões de conserva, mas também não se teria batido mal com um risotto de cogumelos ou uma salada destas.

10€.

16