domingo, 5 de setembro de 2010

Termeão "Pássaro Branco" '2007

De Manuel dos Santos Campolargo, feito com uvas da vinha do Termeão, na seguinte proporção: para três partes de Touriga Nacional, uma de Castelão (tão balalão, cabeça de cão. . . heh). Terá passado por madeira, mas não apurei por quanto tempo.

Guaraz bebé, de plumagem branca. Curiosa a referência ao pássaro, que nasce branco e se torna vermelho com a idade. Mito? Algum tipo de Cardeal? Não interessa. Do vinho: goiabada, bergamota, lagar de azeite e só um bocadinho de madeira. Boa acidez, porte mediano (nada de especial, realmente) e taninos domados. O paladar detecta resquícios de madeira. Curto, termina forte e surpreendentemente quente. Evolui rapidamente para notas achocolatadas, tem momentos em que faz lembrar um Syrah do Baixo Alentejo. Curioso. Mais giro (cute) que propriamente belo, é um vinho jovial e que já está pronto a beber.

6€.

15,5