sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Fontanário de Pegões (Branco) '2009

Volto a escrever sobre vinho e desde já deixo a ressalva: não tomem a estas palavras um peso que não lhes quero dar. Porque, como costuma dizer certa pessoa que muito estimo, a respeito do seu espaço: orgulhosamente amador — ao que eu, a respeito deste, sem qualquer problema acrescento: e descomprometido também.

Quanto ao vinho, trata-se de um branco de Palmela, produzido pela Coop. de Sto. Isidro de Pegões. Maioritariamente Fernão Pires, (chamam-lhe Maria Gomes na Bairrada), não terá passado por madeira.

Nota de prova? Serei breve: nariz floral e vegetal, muito levezinho e indefinido; tem boca fresca, com travo adocicado; é curto e relativamente plano, com falta de acidez.

Gostei mais do Adega de Pegões branco normal — embora aqui não seja de negligenciar a possibilidade de oito meses em garrafa terem feito diferença.

É branco para peixe cozido, talvez, sei lá.

2€.

13,5