quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Quinta da Costa das Aguaneiras — Vintage '2005

O menos jovem e também o melhor dos Vintage da Casa de Mateus que aqui figuram — em jeito de auxiliar de memória, seguem os enlaces para os posts relativos às edições de 2006, 2007 e 2008 deste mesmo vinho.

Cheio e aveludado, doce sem ser enjoativo, ainda com muita fruta, negra e azul, que juraria bem madura, difícil de definir porque misturada, e notas de tosta a compor, e álcool, flores, verde, tudo bem medido, tudo bem colocado. Apesar da descrição desinspirada, um conjunto francamente agradável.

É um vinho que já não está propriamente viçoso, mas que apresenta, pelo menos neste momento, um compromisso quase irresistível entre força e equilíbrio. Embora seja novo, ainda fora da "fase burra", e nestas coisas nunca se saiba com certeza, promete dar alegrias a quem conseguir guardá-lo mais uns bons anos.

17