quinta-feira, 24 de março de 2011

Esmero '2009 (Branco)

Branco de Rui Xavier Soares, proveniente de vinha com 30 anos, implantada em terreno de transição (xisto para granito) e composta por cepas de várias castas, misturadas, com predominância de Gouveio, Fernão Pires e Viosinho. Não passou por madeira. Para terminar a introdução da praxe, ficam as indicações de que desta colheita resultaram 3300 garrafas, não numeradas, e de que o produtor tem presença na internet.

Passando à prova, bastante cor para a idade. Nariz austero, doçura zero, palha, tremoço, maracujá. Cheiroso e cheio de sabor. Nem longo nem curto, mostrou-se gordo, sápido e refrescante. E no fim, bastante equilibrado também. É um belo exemplar de branco do Douro; se tivermos em conta o preço, então, teremos de considerá-lo impressionante.

Mudando um pouco de assunto, e porque isto é um enodiário, aqui fica o registo de que agora, neste preciso momento, me deu uma súbita vontade de rever Me and You and Everyone We Know, embora saiba de antemão que hoje não terei tempo para tal. Fecho o post com o customeiro binómio "valor associado / indicador de qualidade".

6€.

16,5