quinta-feira, 7 de abril de 2011

Casa Santos Lima — Syrah '2008

Varietal Syrah da Casa Santos Lima.

A cor é escura e, no nariz, a fruta negra que o percorre de lés a lés nota-se a meio do caminho entre a secura apimentada que usualmente se associa aos exemplares da casta provindos do Vale do Rhône e a opulência gorda dos seus correspondentes alentejanos. Cheira-se e leva-se à boca e de imediato se nota que veio de um lugar não extremamente quente, que as uvas não sobreamadureceram e que as videiras foram tendo que beber ao longo do ano. Também cristalino o fumado de madeira verde, contributo de barrica quase certamente portuguesa, de retrato parecido q.b. com o que se encontra, por exemplo, nos tintos mais recentes da Tapada do Chaves (no meu portfolio pessoal de descritores, chamo a este aroma fumo com fumo) — cristalino mas não contundente.

Na boca é um vinho seco e algo taninoso, com acidez suficiente. Nem por sombras complexo ou sumarento, é no entanto coeso, bem feito, e possui força que chegue para transmitir a ideia de se estar perante algo com carácter, com raça, com certa robustez telúrica, rústica, texurada, que o torna bastante apelativo, pelo menos para mim.

5€.

15