sexta-feira, 8 de julho de 2011

Monte Ducay — Reserva '2006

D.O. Cariñena produzido pelas Bodegas San Valero. Tempranillo, Garnacha e Cabernet Sauvignon. Chamam-lhe tinto pergamino — a garrafa vem embrulhada em papel. Papel esse que, pensava eu, uma vez removido, revelaria o verdadeiro rótulo. Pois bem, fodi-me: retirado o papel, muito à J, e em consequência disso infotografável, quedei-me com uma garrafa despida e sem rótulo para acompanhar o post. Merdas do marketing, enfim.

Quanto ao vinho, muita cor, a prometer boa concentração. No entanto, começou por se mostrar estranhamente inexpressivo, tanto no nariz como na boca, vegetal, um bocadinho resinoso, sem grande sabor, como se o oco que reportei no meio deste aqui se espraiasse a toda a extensão do vinho. Melhorou ao fim de algum tempo no copo, mais ou menos meia hora, talvez, já não sei precisar, e aí começou a mostrar fruta, quase exclusivamente cereja, primeiro tímida, verde, com ligeiro amargor e toque abaunilhado, depois cada vez mais mole, madura, doce e alcoólica. Mais resina, nunca tosta. Curioso, no mínimo, partindo do princípio de que passou 14 meses em barricas de carvalho americano. O final mostrou-se quente, longo e bastante taninoso.

Mais que apenas correcto e com potencial de envelhecimento — grande RQP. Do mesmo produtor já por aqui passou este, que, na devida proporção, deixou uma impressão semelhante.

5€.

15