quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Giroflé — Loureiro '2010

Da VDS. A ficha técnica fala de uvas da casta Loureiro entre os rios Sousa e Tâmega, em vinhas com exposição predominante sul-poente de encosta, fermentação com tecnologia a frio, em ambiente redutivo, com temperatura controlada por volta dos 16ºC, recorrendo a processos muito suaves de esmagamento e prensagem sob atmosfera inerte, seguido de maceração pelicular e estágio de 5 meses em inox.

Quase sem cor. À vista, levíssima agulha, que depois praticamente não se nota. Sempre muito fresco, com lima, louro, flores brancas, sal — maresia, no nariz e na boca. Ainda algo vagamente carnoso, ou talvez umami, fonte de interesse adicional. Final médio, a amargar um pouco. Na minha humilde opinião, um bom representante da casta. Para marisco grelhado.

5€.

15,5