domingo, 25 de setembro de 2011

Mayor de Castilla — Crianza '2007

Tinto da Ribera del Duero, produzido pela Bodega Viña Arnáiz, de Haza, Burgos, parte integrante da enorme García Carrión, responsável, entre outros feitos, pela existência da marca Don Simón. As notas do produtor a respeito da sua vinificação mencionam apanha manual das uvas, fermentação em cubas e estágio em barricas de diversas proveniências e idades durante 12 a 14 meses.

Escuro e razoavelmente intenso, tanto nas sugestões de frutos silvestres maduros, vermelhos e pretos, expressão usual do Tempranillo da região, como nas notas de barrica que os iam acompanhando, mais fumados que coco ou madeira propriamente dita (crua). Barrica que nem por um momento afectou negativamente o equilíbrio do conjunto, nem no nariz nem na boca, isto apesar de bem presente. O sabor, sóbrio e encorpado, com acidez suficiente. Pena os taninos, polidos mas vulgares, e um final onde o álcool sempre foi teimando em despontar.

Apesar de certa desconfiança com que inicialmente o encarei, em boa parte resultado da fama de coisa comercial, sem distinção, que aparenta, de certa forma, persegui-lo, não desiludiu. Muito pelo contrário, deixou a ideia de ser um vinho perfeitamente honesto e, mais que apenas correcto, já com algum carácter.

6€.

15,5