segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Anselmo Mendes — Alvarinho Contacto '2009

O nome deriva do processo de elaboração: primeiro, uma razoavelmente longa maceração pré-fermentativa a frio; depois, prensagem; por fim, algumas uvas inteiras acrescentadas à fermentação. Não passou por madeira.

A princípio, uvas brancas super doces e montes de maracujá; depois mais cítrico. Enche a boca de forma muito agradável, sem ser pesado. Está bonito: tem boas formas, cheira bem, tem certo fundo salgadinho que se encontra em alguns espécimes da sua terra e a que alguns gostam de chamar mineral. Tem frescura, podia ter mais. Por outro lado, já vai mostrando mel e chá. Bom!

Bebeu-se com camarões grelhados e assim.

10€.

16,5