segunda-feira, 19 de março de 2012

Domingos Soares Franco, Colecção Privada — Verdelho '2011

Ainda outro da JMF. Diz o respectivo contra-rótulo que "Este vinho é o resultado das experiências vividas nas suas viagens ao hemisfério sul, adaptando-o ao estilo que mais lhe agradou nas várias provas efectuadas na Austrália". O mosto de onde partiu fermentou a 18ºC, tendo o vinho resultante sido engarrafado em Dezembro de 2011. O seu correspondente de 2009 já por aqui passou.

Servido a 10ºC. Cor citrina. Flores brancas e ligeiras notas limonadas sobre persistente fundo de nectarina e pêssego, que cresce na passagem pela boca, tornando-se o elemento predominante do conjunto. Muito bonita a nectarina, mais doce e aguada, menos fechada e opulenta que o pêssego que a acompanhava. E physalis também, pareceu-me. Gordinho e equilibrado, revela um óptimo compromisso entre madurez e frescura, notável para um vinho com 13,5% de teor alcoólico. Final médio/longo. Tanto pela prova actual como pela comparação (falível) com o que vi no seu homólogo de 2009 quando o provei em 2011, será melhor, como, aliás, o produtor recomenda, bebê-lo jovem.

A garrafa foi gentilmente cedida pelo produtor, que recomenda um PVP de 9,49€.

16