quarta-feira, 18 de Abril de 2012

Casa de Saima '2009

Lote de Baga, Touriga Nacional e Merlot, com predominância da primeira, foi fermentado em lagar e estagiado durante um ano em tonel clássico. Produzido por Graça M. S. Miranda; de vez em quando compro vinhos deles, costumo gostar do que fazem.

Rubi intenso. Potente e algo linear, encontrei-o tão generoso nas sugestões de ameixa e frutos vermelhos como nas marcas distintivas da casta que lhe deu origem: vegetal seco mas aromático, ora a fazer lembrar terra e coisas da terra, ora pinho e chá. Mostrou mais corpo e sabor que à partida esperava encontrar-lhe, acidez a condizer, taninos jovens a prometerem alguma capacidade de evolução e um final razoável. Para o preço, é impressionante.

Acompanhou bife e uma sopa simples, mas que achei muito boa, e que se preparou da seguinte forma: refogou-se uma cebola, meia abóbora butternut, seis cenouras, um tomate e seis dentes de alho, tudo de tamanho regular. Temperou-se o refogado com meia dúzia de grãos de pimenta preta, um quarto de colher de chá de tomilho seco e sal, cobriu-se com água e deixou-se cozinhar. Quando pronto, juntou-se-lhe uma lata (800g) de grão-de-bico, escorrido, e passou-se tudo.

2,50€.

15,5