domingo, 16 de setembro de 2012

Abençoados carolas que sacrificais tempo e dinheiro a este belo passatempo que é o xadrez de computadores, aqui vos deixo o meu louvor! Este jogo foi retirado de um match recente entre dois motores que, a dada altura, foram dos mais fortes do mundo. Talvez mais importante ainda, ambos estiveram bem presentes naquele momento da história em que os computadores nos ultrapassaram. Quem não se lembra de Junior em 8x 1,6Ghz com 8GB de RAM a empatar com Kasparov no New York Athletic Club? Ou de Hiarcs, então algures entre as versões 8 e 9, num simples Athlon 1,8GHz com 1GB de RAM, a fazer igual resultado num encontro de 4 jogos com Evgeny Bareev? Ninguém? Eia, ninguém se lembra! A surpresa, lol.

Agora que os humanos já não alimentam ilusões de poderem voltar a vir a dar luta a qualquer um dos, digamos, melhores dez ou vinte motores disponíveis, montados no hardware disponível em qualquer casa, com um Stockfish de código aberto e toda uma família de Robbolitos que não se sabe bem de onde vieram, as coisas estão diferentes. Ainda assim, as actualizações destes programas têm continuado a sair com relativa frequência, e ainda bem, porque se já não dominam em termos de força de jogo pura e simples, continuam, pelo menos, a ser muito interessantes de observar.

Este jogo que aqui vos deixo foi o oitavo de um match de 50, jogado com 2h + 30s por lance para cada lado, com ambos os envolvidos a correr em dual Xeon X5660, a 3,06GHz. Os livros de aberturas utilizados foram os originais de cada um dos programas, a função ponder, que permite ao motor continuar a calcular no tempo do adversário, estava ligada, Junior jogou com 4GB de memória alocada a hashtables e Hiarcs com 2GB. No fim, Deep Junior ganhou o encontro, 30 a 20.