terça-feira, 30 de outubro de 2012

Pulo do Lobo — Antão Vaz '2010

Pulo do Lobo é um lugar escarpado, a montante de Mértola, onde o rio Guadiana se estreita de tal forma que, dizem, os lobos aproveitavam para saltar entre margens. Outra lenda fala de um camponês que se transformava em lobo para ir ter com a princesa do seu coração. No fim, parece que morreram os dois. A sério. De qualquer forma, relevante será tratar-se de um lugar invulgarmente bonito, que merece uma visita.

O vinho, da Soc. Agrícola de Pias, monocasta Antão Vaz vinificado em bica aberta e engarrafado sem passagem por madeira, apareceu como esperado, simples e gordinho, com cheiros maduros, essencialmente tropicais, até um pouco pesados. Bastante fresco na boca, no entanto, mesmo agora, que já tem dois anos.

Foi com robalo, grelhado na brasa, só com um molho de sumo de limão, azeite, sal, louro e pimenta preta. Portou-se bem.

O preço surpreende, não chega aos 3€.

15,5