domingo, 11 de novembro de 2012

Bétula '2011

Bétula, da Quinta do Torgal, Barrô. Mais uma vez, mistura em partes iguais de Viognier fermentado em madeira e Sauvignon Blanc em inox. Segundo a respectiva ficha técnica, da vindima de 2011, resultaram 5000 garrafas.

Perfumado, limpo, complexo e cambiante, mostrou notas de nectarina, ananás e pêssego branco, mas também amêndoa, base de folhado e manteiga. Na boca, concentração e persistência, firmeza e frescor — ainda mais que na edição do ano passado, já de si excelente. Quando o produtor o enviou para prova, no princípio de Julho, recomendou-me que não fosse logo bebido, uma vez que havia sido engarrafado há pouco tempo. Passaram quatro meses, não podia aguardar mais para aqui deixar os meus apontamentos sobre ele. Mas, provavelmente, para o ver no seu melhor, não será ainda agora.

12-15€.

17,5