quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Casa Ermelinda Freitas — Petit Verdot '2010

Mais uma das boas garrafas que por aqui se têm consumido (já desisti de falar das outras), este vinho é um varietal Petit Verdot produzido e engarrafado pela Casa Ermelinda Freitas. As uvas vieram de cepas implantadas nos solos arenosos de Fernando Pó, que será um bom lugar para o desenvolvimento adequado da casta, de amadurecimento tardio, que gosta de calor e precisa de solo com boa drenagem. Conforme reza a respectiva ficha técnica, a fermentação ocorreu em cubas-lagar de inox, a temperatura controlada, com maceração pelicular prolongada, tendo o vinho resultante estagiado durante um ano em meias pipas de carvalho americano e francês.

Potente e original, rico em maracujá e frutos silvestres maduros, muito escuros, também em passa. Terroso, com grafite e ligeiras notas lácteas que faz tempo não encontrava num vinho. De corpo apenas mediano, tanto em volume como em persistência, mostrou sabor intenso, firme e equilibrado. Com o passar do tempo, apareceram no copo notas de caramelo e café. É vinho para bife e foi bebido com um.

8€.

16