sábado, 20 de abril de 2013

Vale dos Barris — Syrah '2009

Da ficha técnica : "Por entre a Serra do Louro e a Serra de S. Luís estende-se em toda a sua plenitude o Vale dos Barris, um dos ex-libris naturais da região de Palmela, este vale termina o seu percurso no rochedo de onde se ergue o castelo de Palmela". Assim ficou explicado o nome do vinho. E a promessa a mim próprio: um dia irei ao Vale dos Barris com os sapatos de dread e a máquina fotográfica.

Sobre a coisa propriamente dita: Syrah escuro e maduro, de corpo firme, apesar do volume modesto. A madeira onde passou quatro meses antes de ser engarrafado pouco se nota. Vagamente terroso, mostrou álcool, cereja preta e notas de kirsch. Após basto arejamento, também caramelo e cacau. Fim de boca mediano.

Competente q.b. chegada a hora de acompanhar uma empada de coelho com molho béchamel e vários vegetais ao vapor, é mais um exemplar interessante da gama em que se insere.

4€.

15