terça-feira, 28 de maio de 2013

Caves Vale do Rodo — Porto Reccua Tawny

Tawny corrente engarrafado pelas Caves Vale do Rodo, de Peso da Régua. Acho a garrafinha muito bonita, não podendo deixar de reparar que ostenta uma medalha de ouro conquistada no Vinalies Internationales de 2012. Quanto a predicados, as castas são as típicas da região e o método de produção o expectável, com o estágio em madeira a rondar os dois anos.

Faz tempo que não publico aqui nada a respeito de vinhos do género. Não costuma valer a pena. Mas este foi diferente. Mostrou boa fruta. Preta, quente, em compota — sempre limpa. E com ela, umas notas de chocolate e laranja cristalizada surpreendentemente definidas. Na boca, o volume certo e certa redondez. Simples e bonito, que mais se lhe poderia querer?

Para terminar, a nota de que se foi bebendo ao longo de alguns dias, um pouco com o que calhava, desde línguas de gato caseiras a M&M's.

6€.

15,5