sábado, 14 de setembro de 2013

Frei João '2009

O colheita. 40% Touriga Nacional, 30% Baga, 23% Syrah e 7% Cabernet Sauvignon.

Ao jantar do primeiro dia, servido directamente da garrafa, quase sem tempo de arejar, desde logo se mostrou uma surpresa de força e consistência. A robustez evidenciada, a riqueza da fruta, o simples facto de todo ele aparecer um pouco fechado — como pode este vinho custar menos de 3€? Aguentou perfeitamente um guisado de frango e salsicha fresca, com generoso toque de pimentón ocal, que sem dúvida lhe marcou o carácter.

Ao almoço do segundo dia, em balão mais largo e bojudo (mais borgonhês) que o utilizado na noite anterior, após umas horas na porta do frigorífico, vedado pela própria rolha, virada ao contrário, deixou finalmente perceber o carácter da fruta (preta, até algo sumarenta) a par de alcaçuz e outras especiarias que se costumam encontrar nos vinhos que levam Cabernet. Acompanhou fatias finas de lomo adobado com batatas fritas e ovo estrelado, junk food caseira.

2,50€

15,5