sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Granja-Amareleja — Reserva '2011

O produtor terá renovado a sua presença na web, julgo.

Moreto, Alfrocheiro e Aragonês. Cheira a ameixa, passas, rama de tomateiro, tabaco, cacau. Coisas quentes, escuras, cheias de sabor mas nem por isso polpudas ou sumarentas.

Penso também lhe ter apanhado algo mineral, talvez terra seca, não tanto barro, borralha de azeite, como aliás encontro em tantos vinhos, pinho e álcool, a parte fresca, vagamente etérea, do bouquet.

E não custa nada a beber. O porte é mediano e a intensidade, satisfatória. Tem boa acidez, não é nada chato. Custa perceber a negatividade com que alguns falam dele.

10€.

16