domingo, 30 de novembro de 2014

Casa de Santar — Reserva '2011 (Branco)

Com origem nas castas Encruzado, Cerceal e Bical, fermentou em barricas de carvalho francês.

Fresco, trouxe consigo flores silvestres, frutos de polpa branca e notas de barrica que me pareceram bastante interessantes, umas vezes a fazer lembrar tostados, outras, madeiras perfumadas, exóticas.

De toda uma presença bem precisa e equilibrada, a que algo mais de brilho ou complexidade tornaria justamente elegante, foi o toque na boca, a textura, a untuosidade, discreta mas muito agradável, que me prendeu mais a atenção.

Mas o haxixe cria o exagero não apenas do indivíduo, mas também da circunstância e do meio, há observações que se devem tomar com um grão de sal. Enfim, talvez ainda valha a pena dar aos exemplares por abrir mais algum tempo de guarda.

10€.

16