domingo, 1 de fevereiro de 2015

Adega de Vila Real — Vinhas dos Altos '2012

Branco com 12% de teor alcoólico, foi feito a partir de uvas das castas Rabigato, Viosinho e Fernão Pires, criadas por sócios da Adega nos "Altos" em torno de Vila Real, a uma altitude média de 500m.

O mosto fermentou a temperatura controlada, por volta dos 14ºC, após prensagem sob atmosfera inerte. Estágio antes do engarrafamento, apenas meio ano, em pequenas cubas de inox.

De recorte circunspecto, ainda mais agora, que começa a evoluir, com pêssego, alperce e marmelo. Fruto de caroço. Sugestões veladas de verde, mais no nariz, e algo mineral também, mas mais na boca. Tem volume e persistência apenas medianos, mas o toque gordinho, junto com toda a frescura que ainda evidencia, tornam-no deveras cativante.

Está num plateau e vai começar a decair, mas, por enquanto, ainda está perfeito, ou quase, para acompanhar pratos simples de bichos do mar, grelhados.

Vi-o pela primeira vez num supermercado dos arredores da Figueira da Foz, de uma das vezes que fomos visitar a avó da S, ainda ela vivia sozinha. Repeti-o, desde então, pontualmente, mas porque encontrei um lugar que o vende cá.

Meses depois e ainda parece tão próximo. Será este tempo todo sem ver o mar mais um dos motivos para a minha actual modorra, ou estará a nascer, aqui e agora, uma birra, em consequência dela?

5€.

16