domingo, 7 de junho de 2015

CVNE — Viña Real, Crianza '2008

Tempranillo, Garnacha e Mazuelo. Foi elaborado em Viña Real, com uvas procedentes de vinhas próximas, em Laguardia e Elciego — aqui, no mapa. Feitas as fermentações alcoólica (10-12 dias, a 26-28ºC) e maloláctica, em inox, foi envelhecido durante 14 meses em barricas de carvalho americano, com trasfegas a cada 5-6 meses.

Não obstante começar com cedro e especiarias, predomina nele aquela fruta com toque de oxidação que caracteriza estes Rioja de perfil clássico, já com algum tempo em garrafa, aqui escura, a fazer lembrar cereja e outros frutos do bosque, profunda, sempre no comando, amparada por óptima acidez. Pareceu-me atravessar uma fase muito bonita, que facilmente durará mais alguns anos: apesar da sua relativa simplicidade — quando lhe chamo profundo, quero dizer que mostra muita fruta sobre fruta, não um bouquet amplo — tudo o que mostra está no ponto, francamente equilibrado, fácil e bom de beber. Com o tempo, ganhou notas de café e chocolate preto.

Foi abatido, quase todo, a um lanche, com Cheddar maduro e um muito bom patê La Charra, de Ciudad Rodrigo, em pão de trigo desta padaria da Rua da Moeda.

7€.

17