segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Quinta dos Carvalhais '2010

Escuro e concentrado, mostrou-se rico em frutos negros, com notas balsâmicas que fizeram lembrar álcool, pinho e menta, as violetas da casta predominante, ligeiros apimentados, baunilha e fumo de barrica.

Está macio, terá sido sempre bastante encorpado, a acidez mantém-se firme e tem um bom fim de boca. Por isto e pela complexidade que aparenta estar a desenvolver, sem perda visível de consistência, deverá valer a pena guardá-lo mais alguns anos.

Os arquivos aqui do sítio mostram que bebi com semelhante agrado um espécime da colheita de 2008, na altura mais ou menos com a idade com que este está agora. Comparando as notas, percebe-se que tendo 2008 sido um ano mais fresco, o perfil, aquilo a que tantos chamam Dão moderno, é o mesmo. Acompanhe comfort food, parece ter sido feito para isso.

Composto por 59% de Touriga Nacional, 21% de Alfrocheiro e 20% de Tinta Roriz, foi vinificado  e estagiado em estreme — um ano em barricas usadas de carvalho francês, americano e caucasiano. Precederam o engarrafamento a elaboração do lote, colagem e filtração.

A propriedade, localizada em Espinho, freguesia do concelho de Mangualde, pertence à Sogrape desde 1988.

6€.

16,5