quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Quinta das Maias '2012 (Branco)

Bebido fresquinho, mostrou mais flores que frutos tropicais, mas ambos estavam presentes. Ligeiro em peso e volume, de acidez suave e toque arredondado, não sendo branco de guarda, pelo que já terá vivido dias de maior firmeza e definição, ainda suportou, e bem, o nian gao que lhe fez companhia.

A propriedade que lhe dá o nome está situada nas faldas da Serra da Estrela, a uns 600m de altitude, mais concretamente, entre as localidades de Nabais e S. Paio de Gouveia, sendo as uvas vinificadas na adega da Quinta dos Roques, que também pertence ao produtor. Compõem o lote 50% de Malvasia Fina, junto com Verdelho, Encruzado e Cercial; foi engarrafado sem passar por madeira.

Faz tempo que o suspeitava, mas acho que hoje confirmei que, por oposição a bebê-los, que nunca cansa, não gosto muito de escrever sobre vinhos, sobretudo quando, por preguiça ou outro motivo qualquer, não descubro coisas interessantes sobre eles e com pouco mais fico com que partilhar para além do desfile organoléptico da prova.

No entanto, continuo a vir aqui com gosto, mesmo quando é para pôr os vinhos. Ora, se o blog passasse a conter apenas as outras coisas, porque não ter antes um Tumblr fixe, com música, filmes, gajas e um link para o 4chan? Mas até um Tumblr desses poderia beneficiar do ocasional apontamento dedicado à "drink of the day", e aí, provavelmente, continuaria a ser preferível um blog, como isto que temos. Assim vou ficando; até à próxima!

5€.

16