sábado, 1 de outubro de 2016

Morgado de Silgueiros '2013

Neste vinho, aquilo de que mais gostei foi a fruta — alegre, com um brilho cativante.

A contrastar com o toque espesso, pesado sem realmente o ser, evidenciado na boca. Como se procurasse uma densidade que não pode encontrar.

No mais, a acidez é equilibrada e a persistência, mediana, com taninos ainda espigados, que lhe amargam um pouco o final.

Em suma, apesar de se ter deixado beber, mais que com facilidade, com verdadeiro gosto, pareceu-me um pouco carrascão.

Produzido pela Adega de Silgueiros, consiste num lote composto por 40% de Touriga Nacional, 20% de Tinta Roriz, 20% de Alfrocheiro e 20% de Jaen, engarrafado sem passar por madeira.

Foi melhor com chouriço e "baked beans" que apenas com chouriço, e melhor com este que com qualquer dos queijos que calhou acompanhar.

2,50€.

14,5