domingo, 9 de abril de 2017

Terra D'Alter — Alfrocheiro '2014 e '2015

Abertos na mesma noite que o do post anterior, estes Alfrocheiro da Terras D'Alter apareceram muito mais focados e intensos que ele. Definitivamente, não pertencem à mesma liga.


Ora, estes são dois vinhos jovens, cheios de fruta. Em ambos me pareceu a amora a nota dominante, gulosa, super sugestiva, acompanhada no 2014 de cereja negra, vestígios de terra, sangue e algum chocolate, e no 2015, ameixa, especiarias quentes e vegetal seco.


De volume e persistência apenas medianos, ambos assentam boa parte da sua capacidade de impactar em acidez afirmativa e sabor sumarento. Sem arder ou amargar, o de 2015 está algo capitoso, menos redondo que o seu predecessor.

São vinhos de prazer imediato que parecem, no entanto, poder vir a beneficiar de algum tempo em garrafa. Será?

5€, cada.

16, ambos.