sábado, 25 de novembro de 2017

Quinta de São Sebastião — Reserva '2011

O contra-rótulo di-lo lote de Merlot, Touriga Nacional e Syrah, estagiado durante um ano em barricas de carvalho francês.

Tinto de volume e persistência medianos, mas basta potência.

Logo depois de servido, sobressaíram-lhe as arestas de acidez e tanino — e, apesar de muito levezinho, descolado da fruta negra, ácida — entre outras coisas, andava por lá mirtilo! — um toque de estábulo, merda — 4-etilfenol, Brettanomyces, rolha . . .

. . . que apesar de nem sempre constituir defeito e aqui ter acabado por se dispersar, motivo pelo qual não considerei a garrafa imbebível e vós vos encontrais a ler estas linhas a seu respeito, ali, esteve a mais.

Podia, pois, ter sido melhor o primeiro contacto com os produtos de uma das mais badaladas casas de Arruda dos Vinhos. Uma má garrafa?

9€.

15